segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Atlético-GO 0x1 Goiás @Goianao @Reinaldo_Cruz @Cnn_br @Dribbles_ @QB_7 @Goias_ec


O Dragão aos poucos encontrou seu ritmo e igualou a posse de bola. O time rubro-negro insistia mais nas jogadas pelo lado direito, com Rafael Cruz. Foram precisos pelo menos quatro cruzamentos do lateral atleticano para que, enfim, a jogada surtisse efeito. E foi a melhor jogada rubro-negra na primeira etapa. Aos 35 minutos, Rafael colocou a bola na área e Elias se antecipou aos zagueiros para cabecear e exigir de Harlei uma grande defesa.
O Atlético-GO também apostou nos chutes de longa distância com Elias e Marcão, mas sem sucesso. O Goiás também apostou nesta estratégia, principalmente nos pés de Alan Bahia, também sem a eficiência necessária. O Dragão seguiu seu domínio, mas também com pouca objetividade. Com muita marcação e pouca criatividade, o clássico seguiu muito truncado, e com pouco trabalho dos goleiros

Pesquisar este blog

Arquivo do blog

Reinaldo Da Silva Cruz

Criar seu atalho